segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Embarco

Embarco no que sinto nao em vc.
É um querer...
Humm.
Acaricia com suavidade.
Arepia até a minha maldade!
Vc é mera miragem.
A ilusão de fantasiar um personagem.
Embarco e não quero voltar.
Sinto e deixo ficar.
Não, repito á vc.
Deixa o meu enlouquecer.
É muito querer.
Humm.
Meu poder!
Á merda o teu julgar.
Quero e só venho aproveitar.
É só me deixar..
Embarco.
Te possuo e te marco.
Com minha brasa, meu fogo.
Quero menos são, mais louco.
Aliás fale menos, faça mais.
Retire meus pés do cais.
Humm.
Dá não.
Vc é parte da minha erupção.
Existe não.

2 comentários:

Poetíssima disse...

Estava com saudades!
Adorei!

Natália A. disse...

Saudade daqui!

"Você é parte da minha erupção.." gostei, como sempre madame.