quarta-feira, 6 de maio de 2009

Ligação

Alô?
Eu liguei pra dizer que saia de mim.
Escreva o necessário fim.
Me xingue, despeje um enraivecer.
Preciso desse contaminar pra me perder.
Diga que sou desnecessária.
Que me julgo como várias!!!!
Fale pra magoar e não doer.
De resto ainda é prazer.
Eu liguei pra dramatizar.
Vc conhece o meu encenar.
Não fique excitado.
Seja cruel, fique pulsantemente calado.
Não deixe eu sentir nenhum tremer.
Isso sim vai me abater.
Te liguei pra engolir vazios.
Alô?
Vc ainda está aí?
E se eu disser que te quero aqui...
Não, é um arroubo, esqueça.
E do meu desejo se desmereça.
Ele queima como brasa incandescente.
Mas tonteia algumas mentes.
Não queira tocar.
Deixe apenas eu falar...
Olha, vou desligar.

4 comentários:

Keidy Lee Jones disse...

Quando li as primeiras linhas, falei baixinho aqui: Poema forte.


E é forte mesmo.

abs.

fal disse...

sensacional. adorei isso. beijos grandes.

Natália A. disse...

Lindo demais..

E nossa, adorei o novo template.. ficou LINDO!

Tato Barba disse...

Caramba! Que visual! rsrs

Gostei bastante da "nova cara" do blog! ^^

"Alô?
Você ainda está aí?"

Muito verossímil!

Beijos cafeinados!