quinta-feira, 7 de maio de 2009

É.

Dedo na corda do violão.
É.
Aquela, exatamente, "a canção".
O café ventila o ar.
Olho pras notas desse meu desaguar.
Mãos dadas á melancolia.
De dia morria, a noite ardia.
(...)
O cheiro do revoar.
O nascer daquele dia a clarear.
Mas a corda não anuncia.
Só mostra o que de leve ardia.
Apaga, cala.
É.
Como o vazio da sala.
Que não vem nunca incomodar nem preencher.
Tá ali, quieto, a te remoer.
(...)
Que o redondo pare de girar.
Estabilize e esvazie pra eu poder passar.
Não estou mais a procurar.
Grito o desejo impossível.
Aquietar.
Não quero esse querer.
Mas a poesia precisa arder.
(...)
Rompe-se a corda da canção.
É.
Aquela, exatamente, do meu coração.

7 comentários:

A.M.A. disse...

Fica assim não.
A corda vai anunciar, vai arder, vai soar, vai doer (uma dor gostosa), vai gritar, e vai se liberar pra nova canção que surgirá. E o "É" há de "SER". E será um "SER" pra valer. Você vai ver.
Beijo da amiga que viaja mas tem sentido em todas elas.

Tato Barba disse...

"E, no entanto, Meu Pinho,
Pode crer, eu adivinho:
Aquela mulher ainda está nos esperando!"

(Cordas de Aço - Cartola)

Eu tenho tanta intimidade com o violão! Mas, do Amor, eu sei tão pouco...

Beijão!

Romyna disse...

Uhuuuuuuuu!!!!Adorei o visual novo: leve e lindo. Beijos, Lalis!

Nyh! Marinho. disse...

COmo isso aqui está mudado!!!
Adorei!
A gente nunca quer o querer....ele surge contra a nossa vontade....acho q isso é ser humano, mas eu só acho, não tenho certeza de nada!
hahah
Bjão!

Motte Valois disse...

Ola rapaz! te encontrei em outro blog e achei teu blog. parabens pelos excelentes textos.
Gostaria de passar o endereco de um amigo que tambem escreve poesia e gostaria de ter alguns contatos neste meio: http://dksouthern.blogspot.com

Podes dar uma ajudinha?
Um abraco da Nova Zelandia

Meu blog: http://passby-shooting.blogspot.com (polaroid e PB)

(marta selva) disse...

tuas palavras foram chegando como bossa nova nos meus ouvidos.. ate que esse desafinar pequeno e doloroso doeu aqui dentro do meu coraçao tb...

;*

betella's disse...

Música, angústias e poesia são uma ótima combinação!
adorei o blog!

;*