sábado, 28 de março de 2009

Carta á vc.

Carta á vc.
Sinto dizer coisas que talvez vc precise saber.
Meus sentimentos têm velocidade.
E com certeza uma certa idade.
Leia com atenção!
Não sou como vc pensa não.
Talvez o que eu te peça insconcientemente.
Seja extremamente necessário em minha mente.
Tão fácil lidar.
Tão exposto esse meu amar.
Vc só cobre minhas intenções com esse seu criticar.
E esquece-se do quão doce é o se entregar.
Em minha mente vejo seu rosto e sorrio.
Mas é como folha deslizando no rio.
Mera imagem.
Fruto da minha saudade.
E é tão claro o que venho te dizer.
Que fico resoluta diante do teu não entender.
Me pergunto onde fomos nos perder?
Aonde ficou todo aquele arder?
Sinto que vc lê meras linhas.
Como se fosse tola essa imaginação minha.
Mas precisa te dizer.
Te escrever.

4 comentários:

Karla Moreno disse...

"Vc só cobre minhas intenções com esse seu criticar.
E esquece-se do quão doce é o se entregar.
Em minha mente vejo seu rosto e sorrio.
Mas é como folha deslizando no rio."

Quanta verdade acumulada, sentimentos gritantes!
Amei o texto, madame. :)

Uma linda semana pra voc,
beijo dice,
Kakau.

Tato Barba disse...

A Madame não escreve poesia.
A Madame é poesia! rs

Natália A. disse...

Lindo, como sempre. ♥
Tambem adoro suas visitas :)

Um beijo, linda.

Aline Vargas disse...

Essa pessoa não sabe o que está perdendo... rsrsrs
A amante inesquecível!

Lindo, amiga!
Bjoooo!