terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Peça pra ficar.

Peça pra ficar.
Ficar e sem fim me amar.
Ficar com meus defeitos.
Risos sem jeito.
Fale vagarosamente.
Suspire e sorria indecente.
Peça pra ficar.
Suplique com o olhar.
Venha derramar.
Afagos e beijinhos.
Seja meu pão, queijo, e vinho.
Arranque meus espinhos.
Me dobre com carinho.
Peça pra ficar.
Me ame devagar.
Admire o meu sublimar.
Com seu desejo me faça calar.
Entendo o seu partir.
Mas não me peça pra não sentir.
Volte, peça pra ficar.
Vou sorrir pra atenuar.
Te amar, te amar.
Peça pra ficar.
Com vontade e sentimento de estar.

4 comentários:

Henrique disse...

Posso ficar?

rs

Karla Moreno disse...

Ultimamente to com esse sentimento de querer saber se devo ficar. rs

beijos madame! =]
Kakau.

Tangerina disse...

Um poema de amor ♥ que lindo..

Tato Barba disse...

Gostei muito da temática. Que idéia bacana!

Fez-me lembrar de "Trocando em miúdos", da parceria de Chico e Francis.

Até!