quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Nuvem

Tenho criado uma nuvem. Ela condensa-se de acordo com o meu desejo. E esse está abalado. Cortes profundos, dilacerado. Consigo ver sombras de cores. Talvez notifique um lampejo de entusiasmo. A súplica desesperada do meu marasmo. Passional (talvez?) Tenho criado gotículas condensadas. Pedidos dramáticos de consistência. Se juntam e desfazem-se. Tento sentir um ínfimo sabor. Mas até isso está profundamente dilacerado. Alguns irão dizer:Repetitivo. Ciclo nocivo. Não importa. Minha nuvem já nasce morta. Repito: passional? Não, se trata de um sentimento fatal. Que nasce, traz ardência. Queima como fogo afirmo com vêemencia. E sem motivo, explicação ou cultivo falece. As minhas palavras não obedece. Ó nuvem morta-viva. Não arranque minha saliva. Desejo seco é como barco á deriva! Crio e não posso livrar-me. Nuvem, minha e única nuvem.

6 comentários:

Fê Colcerniani Justo disse...

Suas palavras me fez pensar que tuo o que sentimos interfere no que fazemos, no mundo que criamos... Gostei, me fez pensar... Aproveito para te desejar um felizzzz 2009
Bjs

Tangerina disse...

Estranhamente, vejo claramente através das suas metáforas.

:)

Tato Barba disse...

Quanta reflexão!

Isso! Volte para ler e comentar os meus textos!

=]

Aline Vargas disse...

Ô, Euláliaaa! Teu nome já é bem sugestivo e pensei "não deve ser à toa". Enfim, no nosso hábito orkuteiro de-todo-dia de fuçar, descobri tuas palavras e tuas gotículas de personalidade, tão sutilmente coladas na parede deste blog. Amei, Eu - lá - lia... rsrsr
Parabéns, amiga!
Luz!

Henrique disse...

sabia que eu nunca li algo tão dilacerante e que me deixou tão feliz! QUE BOM QUE SINTAS NUVENS MORTAS! OS MAIORES ARTISTA SENTEM-SE MORTOS, eu acho...rs Eu tenho me sentido morto a algumas semanas, assim é possível ir por detrás das coisas, como encontrar o que há de melhor nas entrelinhas... Assim fica tudo muito mais fácil e mais vivo, apesar de se estar morto...

Me pareceu também que vc tava fumando um baseado.. ahuahauau

paradoXos disse...

senti-me dentro das tuas palavras!!

beijo