terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Espaço liberto

Cansei de verbalizar. Tentar descrever é pior que falar. Eu sinto e não tem remédio. Quase nada afugenta o meu tédio. Não importa que gostem. Minhas palavras pensadas pedem que as mostrem. Não faço questão do belo. Nem que esteja correto ou contenha um elo. Aqui é o meu espaço liberto.

4 comentários:

Tato Barba disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tato Barba disse...

Poxa, se isso foi pra mim, peço-lhe desculpas.

Afinal, eu só lhe ofereci uma opinião.

Mas, acredito, que fui mal interpretado.

Até porque, não se trata de gosto ou aceitação, apenas de troca de informações.
Pois, se por acaso, eu não gostasse de seus textos, não haveria favoritado esse blog.

De qualquer forma, esse é, justamente, o SEU espaço.

Passe bem! =]

Até!

Nyh! Marinho. disse...

Arrasou!

Henrique disse...

não me pareceu espaço liberto... Mas acho que é o caminho, e o caminho melhor sugerido é aquele pelo poeta Manuel de Barros:

"Sempre que desejo contar alguma coisa, não faço nada; mas se não desejo contar nada, faço poesia. "