domingo, 18 de outubro de 2009

Pequeno momento imaginado.

Pequeno momento arriscado.
Melhor sofrer, que perder calado.
Chegou a arrancar um sorriso.
Sim, vc.
Finge que sabe que venho te precisar.
Faz-se de difícil pra me excitar.
Pequeno momento curtido.
Melhor saborear pouco do que tê-lo iludido.
Chegou a me causar suspiros.
Sim, vc.
Finge que é tudo naturalmente.
Faz-se de forte, diz que nada sente.
Fraqueza é dispensar.
Querer e deixar passar.
Pequeno momento ligeiro.
Melhor um pedaço, que um vazio inteiro.
Chegou a espinha arrepiar.
Sim, vc.
Que trouxe o momento pra me interpretar.
Mas te passo a perna.
Monto em cima e começo a gargalhar.

5 comentários:

Poetíssima disse...

'Que trouxe o momento pra me interpretar. '

amei o verso..

Abraços!

Kátia Ruivo disse...

gostei de "melhor um pedaço, que um vazio inteiro"...

Tato Barba disse...

Por aqui, ainda é tudo sentimento.
É... Eu acho que não haveria de ser diferente.

Até!

(marta selva) disse...

"melhor um pedaço, que um vazio inteiro"
adorei isso, moça

sempre lindo por aqui
;*

(marta selva) disse...

"melhor um pedaço, que um vazio inteiro"
adorei isso, moça

sempre lindo por aqui
;*