quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Nada

Nada importante.
A tua voz tão desejada,sussurante.
O toque suave, delicado,arrepiante.
Teu cheiro a fundir.
Superior as palavras e respirações.
Nada.
(És importante).
A formação da tua imagem.
Desfaz-se. (minha miragem.)
Estas em mim.
Como um corte sem fim.
Nada? (importante.)
O que derrete, desmancha, escorre.
O que pulsa tb morre.
E até o tudo vira desimportante.

5 comentários:

Paula disse...

Adorei, o seu texto! Adorei seu blog por completo sempre que der estarei aqui, vou te linkar ok?! Se quizer me visitar meu endereço é,
http://hifolks.wordpress.com/
Beijo e até o próximo post! ;D

Poetíssima disse...

Passei por aqui!
Sempre volto nos lugares que gosto...
Estou esperando sua visita, entra e fica a vontade!
Abraços!

(marta selva) disse...

nossa
eu adoro teu jogo de palavras.
sempre lindo por aqui
sempre lindo!

;*

Karla Moreno disse...

Saudades daqui e de suas palavras rimantes. =D

sem mto tempo.. =/
Beijos enormes Madame,
Kakau ^^

Smile disse...

Muito lindoOoOo...Tow tentando tbm olha meu blog.naum chego aos seus pes,mas tow aprendendo tbm.rsrsrs...

mmedeiross@blogspot.com

Olha lah!!e comenta!!

Bjuss...Admiro o q vc faz.Congratulations!!