sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Presa as pintadas

Recuperando o fôlego,sorrindo.
Esperava tudo do seu sugar.
Poucas palavras idiotas, muito matar.
Totalmente dormente.
Esperava te ter até ficar menos gente.
Poucos controles,muito, muito quente.
Segundos sem medições.
E alguém pensa em corações?
Recuperava o fôlego,suspirava.
Esperava enquanto vc me matava.
Poucas intenções, embalados.
Pensamentos inusitados.
Quero que vc me arranque do chão no engolir do salivar.
Principalmente me faça esquecer, acreditar.
Sorrindo pra recuperar a tranquilidade.
Meus pensamentos têm maldade.
Vêem somente o meu saiar de vc.
Não sei controlar essa vontade de te ter.
Ainda bem que estou presa as palavras pintadas.
As minhas bem inventadas.

Um comentário:

Nyc!nha Angel disse...

"Totalmente dormente.
Esperava te ter até ficar menos gente."

Quanta feminilidade nesses versos, rs!