quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Ensinamentos

Esquecer o passado é apagar.
E o que machucou, machucado está.
Pode-se fazer força e deixar de lembrar.
Talvez esse seja o primeiro passo para perdoar.
Tentar pôr em prática os ensinamentos do Divino.
A boca se abre e falácias de uma suposta fé todos vem dizer.
Acreditar e se tornar um ser humano melhor é o que quero ver.
Dar o grande salto para a construção de um novo caminhar.
O restante já feito só o Criador irá julgar.
Esquecer o passado é mentir.
Dizer que não existem feridas é fingir.
A morte não precisa trazer só dor.
Mas consciência de que precisamos de mais união e amor.

5 comentários:

Nyc!nha Angel disse...

"Esquecer o passado é mentir"
Lindo, me tocou...

"A morte não precisa trazer só dor."
Realmente, a dor é momentânea depois de um tempo, a gente nem parece acreditar mas a dor passa,o nos restam lembranças... só o tempo é capaz de nos mostrar o quanto somos fortes...:)
Bjão!

Henrique disse...

Adorei isso:
A boca se abre e falácias de uma suposta fé todos vem dizer.

Achei a última frase melosa, me encontrei conflito no poema, vc diz uma coisa e depois contesta... foi isso que eu li? me responda!

Descobri ultimamente que o conflito também cabe à poesia, é muito mais gostoso de ler, mesmo que conflitos metafóricos...

beijo grande, gostei muito desse poema!

Henrique disse...

sim, tem sim conflito, vou tentar explicar...

Primeiro vc discorre sobre o que como as coisas:
Esquecer o passado é apagar.
E o que machucou, machucado está.
Pode-se fazer força e deixar de lembrar.
Talvez esse seja o primeiro passo para perdoar.
Tentar pôr em prática os ensinamentos do Divino.


Aqui você dá um exemplo do proquê de alguns problemas do viver:
A boca se abre e falácias de uma suposta fé todos vem dizer.

Aqui você propõe-se a mergulhar no que você diz que as coisas são, do início do poema, é um conflito:
Acreditar e se tornar um ser humano melhor é o que quero ver.
Dar o grande salto para a construção de um novo caminhar.
O restante já feito só o Criador irá julgar.

Aqui você volta para as prescições virtuosas:
Esquecer o passado é mentir.
Dizer que não existem feridas é fingir.
A morte não precisa trazer só dor.

Aqui vc une você como praticante da ação com um nós que vc propôs a conduta virtuosa:
Mas consciência de que precisamos de mais união e amor.


Será que fiz besteira em interpretar e dar tanto sentido ao seu poema?

Beijo grande

Poetinha Feia disse...

Muito bom esse poema, percebi que nele há sentimentos que estou vivendo nesse momento.
"E o que machucou, machucado está."
"Esquecer o passado é mentir."
Dizer que não existem feridas é fingir.
A morte não precisa trazer só dor."

Perfeito!!!

Até mais...

O Profeta disse...

Errantes sentires percorrem
Este corpo nu de calor
Queda-se a vontade ao vento
Neste deserto de verde amor

Ai este grito contido
É lava rubra em minha garganta
Pio de pássaro preso às penas
Uma reza a fugir de alma santa


Boas férias


Mágico beijo