segunda-feira, 26 de maio de 2008

Aberto e Seguro

Te pedi pra parar uma vez.
Mas vc ta imóvel.
Quem não pára sou eu.
Não sei me permanecer.
To atrevida, inconstante.
Mas profundamente desejante.
Não quero teu julgamento.
Vai me ferir, eu sei.
Já tenho escarras suficientes.
Só preciso do teu olhar discreto.
Sussurros no ouvido.
Palavras suas são melhores que vc.
Nem queira saber o porque.
O simples faz mais efeito.
To querendo teu peito.
Aberto e seguro.

2 comentários:

O Profeta disse...

Uma voz quebra o silêncio
Um espelho retêm a beleza
Vi com os olhos fechados
A fúria da minha incerteza

Fecham-se as janelas de poente
Este nevoeiro galga o pensamento
Uma semente solta num ribeiro
Corre no incerto de cada momento


Deixo-te uma doce acalmia


Mágico beijo

(Un)Hapiness disse...

encostar a cabeça ao peito de alguém...sensação reconfortante né?

kiss