quarta-feira, 22 de abril de 2009

Lição

E a fúria que sinto vem de ti.
Não me deixas partir!
Sempre caio na sua doçura interesseira.
Fico zonza, perco as estribeiras.
Não sou criança pra comer o doce aos poucos.
Que loucos.
Nós.
Que nos atamos sem pensar no pós.
E a minha fúria bate as portas do meu coração.
Odeio-te por mexer com minha emoção.
Quero amadurecer um conviver com sua presença.
Mas e essa atração quase doença?
Não me deixas tranquilizar.
Gosta de provocar.
Ver a minha respiração desestabilizar.
E a minha fúria cospe o teu sorriso.
Nunca podes dar o que preciso!
Preciso aprender essa dura lição.
Vc não sabe cuidar do meu coração.

11 comentários:

Natália A. disse...

Não sou criança pra comer o doce aos poucos.
Que loucos.
Nós.
Que nos atamos sem pensar no pós.


Sempre o impulso dos amantes! ♥

(marta selva) disse...

ah se eu pudesse gritar que eu quero fazer das tuas palavras as minhas, e q tudo aqui vira bagunça qnd ele me olha..
;*

Tato Barba disse...

Se não fosse assim, não seria tão intenso! rs

Lições?

Acho que o nosso coração não frequenta certas escolas...

Gostei muitão! ^^

Até

O Profeta disse...

Ó chamateia que fala da saudade
Ó canção que pões um brilho nos olhos
Ó mulher que tens a forma da viola
Ó que espalhas paixões aos molhos

E o cantar da meia-noite
A todos encanta e seduz
Cantar até que morra a voz
Cantar até que haja luz



Bom domingo


Doce beijo

Pripa Pontes disse...

Ao nos apaixonarmos foge-nos a certeza, se vai dar certo, se vamos ser correspondidos, se vsmos continuar nos amando....ams esse é que é o bom do se apaixonar...mesmo que n de certo e nos machucamos pelo menos durante aquele nos sentimos vivos!

adorei seue spaço ^^
Bjos!

Keidy Lee Jones disse...

"Eu juro que é melhor, não ser um normal", já diz a canção!

Beijos.

Resolvi voltar de vez, rolou um tempinho e quero aproveitar!

Keidy Lee Jones disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karla Moreno disse...

QUE SAUDADE dos seus textos, moça!!!

fiquei um bom tempo sem pc, um amigo meu q estava atl o blog por mim. com texto meus, antigos...

Mas enfim. O engraçado é q é tão delicioso ler o q escreves, q parece fácil, pq soa fácil, mas vai pegar a caneta e o papel, só sai piada. Tens o dom!

nao canso de dizer..
beijo grande, e um ótimo fds.
Kakau.

PAULO MIRANDA (A Folha) disse...

E o que seria o coração sem a dor e o amor...

Sara S. disse...

Um poema sentido. Como escolher entre o desejo/paixão e um caminho mais racional? Complicado. Bjs

Henrique disse...

ninguém sabe, ainda mais você...

Mulher Complexa!