quinta-feira, 22 de maio de 2008

Pedaços se perdendo

O tempo de unir os pedaços disso tudo
Ta escorrendo pelo ralo.
Aliás passa despercebido por você.
A simetria abriu a porta e correu.
Você foi mais que um mero plebeu.
Cegamente acredita que temos liga.
Aonde, me diga?
Desculpa te dizer de forma tão obtusa
Não serei nunca mais uma que vc usa.
Diante dessas entrelinhas diretas
O meu verso se cansou.Foi-se o tempo que você “causou”.
Tudo ta se esgotando e você na página dois
Nem sequer nota o que acontece, antes e depois.

2 comentários:

(Un)Hapiness disse...

nem sempre damos a atenção necessária às coisas que realmente interessam...

kiss

EDUARDO disse...

És tu a falar, o teu íntimo a se revelar, gostei da viagem através da tua palavra. Beijos!

Paradoxos