terça-feira, 8 de abril de 2008

Sutileza

Cadê a sutileza?
Esquece, vc vai pensar que é fraqueza.
Eu confesso, nunca saio ilesa.
Não quero me machucar
Mas sempre saio assim...
É o preço por sempre acreditar.
Talvez o erro seja sempre de cara me jogar.
Com bobagens e receios, me preocupar.
Ta aí minha sutileza
Olhando pra mim e gargalhando
Com deboche se gabando!
Com razão, afinal to sempre me arrebentando.
Digo que nunca mais
Mas quando vejo to lá tentando.
Momentos felizes é o que to procurando.
Felicidade completa, nem sonhando.
Sutileza deu a mão á paciência
Dizem sem rodeios: amor não é ciência!

2 comentários:

Duda disse...

Gostei do post "Coisas que não sei" e o que tenho a dizer é: Também não vi Tropa de Elite! :D
hahaha, um beijo! boa semana!

Henrique disse...

minha energia está assim hoje, por mais que faça eu to lá jogado nos braços alheios. Acredito, me engano e fodo. rs