domingo, 30 de março de 2008

Fome

To com fome
Fome de letras, frases, e textos.
Estou voraz de nexos
Sorvendo tudo que me complete gramaticalmente
Deliciando-me com versos na mente
Transpondo-me as ficções até ficar totalmente dormente.
To com fome
Sentindo o gosto da fonética, veja o nome.
Palavras entram e saem freneticamente
Seria alucinação de gente?
Fome que abusa
A poesia sempre me usa
Força uma consciência, me machuca.
Desaparece a realidade, me ocupa.
É a fome a me devorar
Suas grandes mãos a me usurpar
Seus olhos doces e instigantes a me dominar
E principalmente sua boca sussurrante a pronunciar:
F-O-M-E.
by Lalinha

Um comentário:

Computadores disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Computador, I hope you enjoy. The address is http://computador-brasil.blogspot.com. A hug.