segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Ir - me - ei

Ir - me - ei para Pasárgada
lá o Rei é meu amigo
estará comigo em todos os momentos
e sempre atento!
Ir - me - ei para China
lá é coisa fina
chás, shashimis e educação.
Mundo cão esse meu
bando de ateus!
Ir - me - ei para Grécia
lá terei a força dos mitos
o romantismo é quase um rito
quem sabe imito esse grito.
Ir - me - ei para África
recuperarei as raízes mais remotas
aquelas que estão na formação de todos
não em quotas ou referências
isso é aparência
mas aquelas da própria essência.
Ir - me - ei para Itália
vinhos e massas
vou abrir minhas asas pra descendência
como um grito de independência.
Ir - me - ei por aí
sem direção alguma
somente ir - me - ei.
(Eulália Marques)

Um comentário:

Rogério Felício disse...

"Sem direção alguma somente ir"

Como as vezes desejo isso...


*beijoks